DGC

AIRBNB: Plataforma alinha com regras da União Europeia

AIRBNB

Em resultado de negociações com a Comissão Europeia, a plataforma Airbnb melhorou e clarificou a forma como apresenta as ofertas de alojamento aos consumidores,
que passaram agora a estar em conformidade com as normas estabelecidas na legislação da UE em matéria de defesa do consumidor.

As principais melhorias e alterações referem-se, entre outras, à menção do preço total incluindo todas as taxas e encargos obrigatórios aplicáveis, deixando de haver taxas obrigatórias surpresa; à indicação sobre se a oferta de alojamento é colocada no mercado por um anfitrião privado ou por um profissional; a indicação de uma ligação facilmente acessível à plataforma de resolução de litígios em linha no seu sítio Web, bem como todas as informações necessárias relacionadas com a resolução de litígios.

O Airbnb também reviu as suas condições de serviço em que deixa claro que os utilizadores podem intentar uma ação contra o Airbnb nos tribunais do seu país de residência e em que respeita os direitos legais fundamentais dos utilizadores para processar um anfitrião em caso de danos pessoais ou outros danos, comprometendo-se a não alterar unilateralmente as condições sem antes ter informado claramente os utilizadores e lhes ter dado a possibilidade de rescindir o contrato.

Saiba mais aqui.

  • Livro de Reclamações
  • Atendimento ao Consumidor
  • Publicidade
  • Fundo do Consumidor
  • Centro Europeu do Consumidor
  • Inquérito Satisfação
66