Home
DGC
    Ministério da Economia
    Novas etiquetas energéticas

    As novas etiquetas energéticas

    A etiqueta energética é desde há muitos anos uma das ferramentas mais conhecidas dos consumidores de apoio ao processo de escolha de novos produtos.

    Concebida inicialmente com a escala energética entre A e G, a evolução tecnológica dos vários produtos tornou necessário ajustar esta escala introduzindo as classes A+, A ++ e A+++ para dar resposta a produtos mais eficientes. No entanto este acrescento de classes esgotou o seu potencial não sendo neste momento facilmente percetível para o consumidor a efetiva diferença entre classes.

    Em 2017 a Comissão Europeia publicou o Regulamento (UE) 2017/1369 relativo à etiquetagem da eficiência energética que substitui a anterior diretiva e introduz alterações substanciais na aplicação da etiqueta energética no mercado, a mais relevante e percetível das quais se configura no reescalonamento da classe energética, regressando à escala de A a G.

    Que etiquetas serão novas em 2021?


    A introdução das novas etiquetas energéticas será organizada em etapas, dependendo dos regulamentos específicos da União Europeia. Em 2021, as novas etiquetas serão implementadas nas lojas físicas e online para os seguintes cinco grupos de produtos:

    No dia 1 de março de 2021:
    • Aparelhos de refrigeração, como frigoríficos e congeladores, incluindo aparelhos de armazenagem de vinhos;
    • Máquinas de lavar roupa e máquinas combinadas de lavar e secar roupa;
    • Máquinas de lavar louça;
    • Ecrãs eletrónicos, incluindo televisores, monitores e ecrãs de sinalização digitais.

    No dia 1 de setembro de 2021:
    • Fontes de luz (lâmpadas).

    Para os demais grupos de produtos, também abrangidos pela regulamentação de etiquetagem energética como ar condicionados, secadores de roupa, aquecedores de ambiente e água etc., as novas etiquetas serão introduzidas assim que os respetivos regulamentos novos entrem em vigor.

    É neste contexto que surge também o “Projeto Label 2020”, onde a Direção-Geral do Consumidor por iniciativa da ADENE também colabora, para garantir a boa adoção deste novo regulamento e apoiar o mercado na transição para a nova etiqueta energética.

    Os objetivos deste projeto consistem entre outros no apoio a consumidores e profissionais através de campanhas informativas e eficazes, serviços e ferramentas.

    Mais informações em: https://www.novaetiquetaenergetica.pt/informacao-ao-consumidor/

    • Livro de Reclamações
    • Atendimento ao Consumidor
    • Publicidade
    • Fundo do Consumidor
    • Centro Europeu do Consumidor
    • Inquérito Satisfação
    • Compete 2020 - Portugal 2020
    • Não paramos. Estamos ON.
    • COVID-19
    66