Home
DGC
    Ministério da Economia
    DGC

    Ação de recolha do produto: "HEROISK e TALRIKA"

    Alerta DGC

    A “IKEA Portugal, Móveis e Decoração, Lda.” deu conhecimento à Direção-Geral do Consumidor (DGC)** de uma ação de recolha por ter sido detetado que “(…)  os pratos, taças e canecas HEROISK e TALRIKA podem partir-se e, consequentemente, o seu conteúdo pode causar queimaduras.”
     
    A “IKEA” indicou, ainda, que os clientes que adquiriram estes produtos não os devem utilizar e que a informação sobre os procedimentos de devolução dos mesmos se encontra disponibilizada no seguinte sítio de Internet:

    https://www.ikea.com/pt/pt/customer-service/product-support/recalls/comprou-algum-prato-taca-ou-caneca-heroisk-ou-talrika-pubab95f8d0


    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
    ** A Direção-Geral do Consumidor (DGC) é o Ponto de Contacto nacional do “Safety Gate – RAPEX (Sistema de alerta rápido para produtos perigosos não alimentares)”. Este Sistema Europeu visa detetar a existência de produtos considerados perigosos nos 27 Estados-Membros (e nos países da Associação Europeia do Comércio Livre - EFTA) para tomada de medidas pelas respetivas autoridades competentes.

    A DGC, como Ponto de Contacto Nacional, recebe as comunicações de medidas voluntárias encetadas pelos operadores económicos (de acordo com as obrigações especiais de comunicação e de cooperação estipuladas no artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 69/2005, de 17 de março) e as Notificações relativas aos produtos perigosos, emitidas através do supramencionado Sistema, e encaminha-as para as Autoridades de fiscalização do mercado para a eventual adoção de medidas (retirada do mercado, proibição de comercialização, etc, …).

    As Autoridades de fiscalização que podem tomar medidas para evitar a colocação de produtos perigosos no mercado nacional são: – a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica); – a ARAE (Autoridade Regional das Atividades Económicas da Região Autónoma da Madeira); – a IRAE (Inspeção Regional das Atividades Económicas da Região Autónoma dos Açores); – a AT (Autoridade Tributária e Aduaneira); – o IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I.P.); – o INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.); e – a PSP (Polícia de Segurança Pública).
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------

     

    • Livro de Reclamações
    • Atendimento ao Consumidor
    • Publicidade
    • Fundo do Consumidor
    • Centro Europeu do Consumidor
    • Inquérito Satisfação
    • Compete 2020 - Portugal 2020
    • Não paramos. Estamos ON.
    • COVID-19
    66